terça-feira, 7 de abril de 2009

Será a moralização?

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Silvia Zarif, deflagrou uma operação para combater a chamada “CPF” (Custas por fora), propina cobrada por serventuários e despachantes do Poder Judiciário baiano para agilizar processos ou para obtenção de serviços como certidões, cujas custas são tabeladas. A operação foi iniciada nos cartórios do Edf. Politécnica, na Avenida Sete, e no Forum Rui Barbosa.

A desembargadora solicitou ainda a criação de uma central telefônica gratuita para informar a população sobre as custas e para servir como disque denúncia contra a corrupção do Judiciário. Hoje pela manhã, uma despachante que cobrava a “CPF” foi presa no Fórum Rui Barbosa e levada para a Delegacia de Defraudações.

Um comentário:

Daniel disse...

Gabriel,
Eu sempre simpatizei com a desembargadora Silvia Zarif, e com essa atitude, meu respeito por ela ficou ainda maior!
Um abraço
DANIEL